Análise Sensorial.

Uma nova disciplina se iniciou. Análise Sensorial.
Definição mais comumente aceita:

“Disciplina científica utilizada para evocar, medir, analisar e interpretar reações das características de alimentos e outros materiais da forma como são percebidas pelos sentidos da visão, olfato, gosto, tato e audição”


Para iniciar o aprendizado, fizemos um pequeno tour gastronômico cujo principal objetivo é iniciar a eliminação dos preconceitos alimentares. Faça uma lista com pratos ou alimentos que você jamais comeria, outra com que você comeria somente em ultimo caso, outra com pratos que você nunca teve oportunidade de comer, e outra que é o resultado de uma pesquisa com pratos que você nem fazia idéia que existia. Bom… fiz e o resultado foi interessante, mas não vou publicar aqui. Fiz outra coisa interessante… Fui passear na Liberdade em Sampa, e comecei a olhar os cardápios de restaurantes, sejam japoneses, chineses, tawaneses ou qualquer outro. 


Estavamos em um grupo de 4, então tivemos que equilibrar um pouco as escolhas, pois afinal de contas tem gente com estomago muito, muito fraco.


Acabamos em um restaurante chinês, muito peculiar na rua dos estudantes uns 4 quarteirões abaixo da avenida Liberdade, com mesa carrossel e péssimo atendimento como esperado. Obviamente os atendentes não falam português, inglês é uma lingua que eles ignoram…então a comunicação é por mimica e desenhos. Notável a falta de paciência deles, contradizendo o dito de que chines é paciente.


Escolhemos os pratos que estão nas fotos abaixo. Lembrando que para alguns os pratos podem ser muito estranhos e para outros as vezes nenhum é estranho. Dos 3 pratos, pra mim apenas 1 eu nunca havia comido, então foi relativamente fácil.


Vou começar pelas comidas 2 e 3, mais comuns…. Depois vamos pra comida 1.

Comida 2Características da Comida 2.
Veio quente como esperado. Uma espécie de ensopado com cheiro bom e que realmente abre o apetite. Pela foto já deu pra perceber que tem tofu. O Prato foi mais uma tentativa minha de gostar de tofu. Não tem jeito. Não desgosto, mas não serve pra nada, exceto talvez matar a fome. Os legumes e o shitake estavam bons, como devem ficar em um ensopado, ou seja, macios e ainda com cor e sabor. O Molho de shitake com ostras estava excelente, com a consistência talvez um pouco grossa de mais, creio que mais fino seria melhor. No geral bom, mas considero sem graça por causa do tofu.


Comida 3, Características da Comida 3.
Esse prato é super comum, mas pra algumas pessoas bastante diferenciado e até mesmo nojento. Eu pessoalmente gosto muito, mas é pesado. É uma fritura que veio queimando para a mesa, se morder direto queima os lábios. Como toda fritura de massa chinesa essa estufa e quadruplica de tamanho, se encharcando de oleo. Como fomos os primeiros do restaurante o oleo estava bom. A Cor estava super atraente e o cheiro muito bom. A Apresentação poderia ser mais criativa, mas até que não estava mal.
O Sabor e textura e temperatura da massa frita estavam corretos e pra quem gosta disso eu diria deliciosos. O recheio do bolinho é de ostras, ou seja, ostras fritas, ou como eles tentam dizer “ostulais fitulais”.
A Ostra veio com bastante saber e com textura agradavel. Prato bem simples que não tem como errar. Embeber a ostra na massa e jogar em imersão de oleo, quando triplicar de tamanho retirar. Está pronto.

Comida 1, Características da Comida 1.
Este é o prato diferente. Daqueles que eu sabia que existia mas eu achei que nunca, jamais iria comer. Antes de continuar lendo, pois no final eu falo o que é, tente observar a foto e imaginar o que poderia ser.
Como pode ser visto, é um refogado. Com muita cebola e alhos inteiros descascados. Muita, mas muita pimenta dedo de moça picada em pedaços de mais ou menos 0,5 cm e bastante pimenta do reino em grãos inteiros. Veio pelando pra mesa… ou seja colocar na cumbuca e por na boca, queima a lingua. Servido na temperatura certa.
Cheiro atraente, lembrando muito ensopado de carne, abre o apetite, se você não souber o que é…..
A Textura me surpreendeu, achei que seria algo duro e meio chiclete, mas não é. Acho que acertaram o ponto, Não sei afirmar isso certeza pois nunca comi o prato, e nem mesmo pesquisei como deve ser feito. Mas eu diria que estava ao dente. Parece em termos de textura com lula feita ao ponto. Ou seja, ao dente e bem macia, porem um pouco, muito pouco, puxando pro chiclete….agradavel (vou me arrepender de ter escrito isso….).
A Aparencia bonita, com o fogareiro por baixo para mante-lo bem aquecido, fogo ligado o tempo inteiro. Quanto ao sabor…Com as pimentas a boca realmente chega a queimar e como estava muito quente acho que diminui um pouco a percepção, mas o gosto lembra vagamente o de muidos, me vinha o tempo todo a imagem de moela de galinha na cabeça. O cheiro e o gosto lembrando muito moela e a textura de lula.
Não é um prato que eu repetiria com frequência, nem entra na minha lista de preferidos, nem dos preferidos para o dia,pois eu prefiro “ostulais fitulais” com coca-cola, mas passa longe de ser algo ruim ou desastroso ou nojento.
O Nome do prato??? Não sei..estava escrito em chinês…. mas poderíamos chama-lo de picadinho de pênis de boi acebolado e apimentado.






Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s